O que avaliar ao contratar maquininha de cartão?

Saiba o que avaliar ao contratar maquininha de cartão, a fim de realizar a escolha adequada de acordo com as necessidades do seu negócio, através das dicas mencionadas neste conteúdo!

Sem dúvidas, ter ao menos uma maquininha de cartão se tornou essencial para qualquer negócio, até mesmo para vendedores ambulantes e prestadores de serviços, pois os clientes estão realizando cada vez menos pagamentos em dinheiro.

Há diversos tipos de maquininha, desde as oferecidas pela Cielo, Mercado pago, Ton, Visa, Rede, etc. O cliente pode realizar a contratação através do telefone Rede ou de outras empresas, além de ter a opção solicitar a mesma pelo site.

No entanto, ao comprar ou alugar uma maquininha de cartão é preciso saber o que avaliar antes de assinar a contratação.

Confira também: Cartão de crédito – Como diminuir gastos pessoais?

O que avaliar ao contratar maquininha de cartão?

maquininha de cartão

Que as maquininhas servem para receber pagamentos, todos sabemos. Mas antes de realizar sua compra ou aluguel é preciso saber quais critérios avaliar:

Como avaliar o custo

Uma coisa importante a ter em mente é o custo. Existem dois fatores principais que determinam o custo de sua maquininha de cartão de crédito: custos de hardware e custos de processamento. Esses custos, por sua vez, refletirão o preço da máquina de cartão de crédito.

Custos de hardware de cartão de crédito

Também chamados de custos de equipamento, os custos de hardware incluem o preço para comprar ou alugar a máquina de cartão de crédito real e quaisquer acessórios adicionais que você possa precisar, como uma impressora de recibos, scanner ou carregador separado. (É fácil esquecer, mas certifique-se de incluir os acessórios no preço final da sua máquina).

Custos de processamento de cartão de crédito

Sempre que seus clientes deslizam, inserem ou pagam com QrCode, o pagamento deles é processado por várias partes. Isso custa dinheiro e as cobranças por tipo de cartão e por transação podem ser diferentes, dependendo da máquina de cartão de crédito que você está usando.

As cobranças podem incluir taxas como as de inicialização, taxas de extrato, taxas mensais, taxas de reembolso, taxas de conformidade com PCI, taxas de cartão de visita ou taxas de leasing de hardware.

Certifique-se de saber quanto pagará pelo processamento, tanto antecipadamente quanto continuamente.

Tipos de taxas de transação de cartão de crédito

maquininha de cartão

Como comerciante, existem três tipos de taxas associadas a cada transação com cartão de crédito. Essas taxas são divididas entre as instituições financeiras envolvidas. Eles incluem:

Taxas de intercâmbio: Essas taxas são pagas como pequenas porcentagens de cada transação da conta bancária do comerciante para a empresa financeira pelo cartão de crédito. Eles cobrem coisas como risco de fraude e custos de manuseio. O valor da taxa varia de acordo com a instituição financeira e o tipo de transação (ou seja, transações com cartão versus transações sem cartão).

Taxas de avaliação/serviço: Enquanto as taxas de intercâmbio são pagas ao banco emissor de um cartão de crédito, as taxas de avaliação são pagas às associações de cartão de crédito. As taxas de avaliação geralmente são definidas como porcentagens do volume bruto mensal de transações.

Taxas do processador de pagamento: é o que você paga ao processador do seu cartão de crédito pelo uso do produto. Algumas maquininhas vem com a mesma taxa de processamento para todos os principais cartões de crédito: 2,6% + 10 centavos por tipo de pagamento; 3,5% + 15 centavos para cada transação digitada; 2,9% + 30 centavos por cada fatura ou transação de e-commerce.

Esses são os critérios básicos a serem realizados de acordo com as taxas e tarifas a ser avaliada para realizar a compra ou aluguel de maquininha de cartão, leia bem o contrato antes de assinar e efetuar o pagamento.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5 × dois =