Principais parques eólicos no Brasil

Você sabe quais são os principais parques eólicos no Brasil? Vamos te dizer neste artigo, mas antes vamos entender que tipo de energia é essa produzida pelos parques eólicos

Juntamente com a energia solar, a energia eólica é uma das fontes de energia que mais cresce. 

Centenas de milhares de turbinas eólicas em todo o mundo agora cobrem ± 5% do mercado global de eletricidade, temos alguns parques eólicos no Brasil. 

A energia eólica é mais sustentável do que a energia fóssil e também tem uma excelente pontuação em comparação com outras fontes renováveis. 

Tanto em termos de preço de custo quanto de benefício climático, existem muitos benefícios nesse tipo de energia. 

Como funciona a energia eólica?

Sob a influência da temperatura, da pressão do ar e da rotação da Terra, toda essa massa se espalha pelo mundo. Até que os bilhões de partículas de ar colidem com as pás da turbina em um parque eólico gerando energia.

Com base na velocidade do vento, na densidade do ar, na área de superfície coberta pelas pás do aerogerador e na eficiência da turbina, é possível calcular a quantidade máxima de eletricidade que uma turbina pode gerar. 

A localização dos parques eólicos no Brasil: Onde o vento é forte?

Todos sentem que a velocidade do vento é um fator determinante para os parques eólicos no Brasil. O efeito da velocidade do vento pode ser ainda maior do que o esperado. 

A energia de colisão das partículas de ar aumenta com a velocidade e com ventos mais fortes, mais partículas também colidem com as pás por segundo. A duplicação da velocidade do vento, portanto, fornece ao mesmo moinho de vento 8 vezes mais energia.

Um parque eólico no Brasil com um vento leve durante doze meses por ano fornece cerca de 25% da energia de um local onde o vento sopra duas vezes mais forte durante seis meses, mas não há vento no resto do ano. 

Os desenvolvedores de parques eólicos no Brasil usam todo um arsenal de equipamentos de medição e estatísticas para estimar, com precisão de quarto de hora, com que frequência e com que força o vento sopra nos locais pretendidos para os parques eólicos.

O tamanho das pás importa

A escolha da localização do parque eólico no Brasil pode ser feita de forma otimizada com boas medições, cálculos sólidos e atenção a outros fatores ambientais. 

Depois da velocidade do vento, a área em que uma turbina capta o vento é o fator mais importante no rendimento energético de um parque eólico. 

Quanto maior esta superfície, mais partículas de ar irão colidir com as lâminas. A superfície é determinada pelo caminho circular das lâminas. Estender as lâminas é, portanto, lucrativo. 

Com pás de turbina duas vezes mais longas, um moinho de vento tem uma área de superfície efetiva que é 4 vezes maior e, portanto, cerca de 4 vezes mais rendimento de energia. 

As vantagens da energia eólica

Todas as opções de geração de energia têm pontos fortes e fracos, no entanto apresentaremos aqui apenas as vantagens.

  • A energia renovável mais sustentável

A energia incorporada, a energia necessária para fabricar, transportar e instalar uma turbina eólica e, finalmente, desmontá-la e reciclá-la, se paga em poucos meses. 

Depois disso, toda a energia é livre de emissões. Em termos de impacto de CO2, praticamente não há tecnologia energética que possa competir com turbinas eólicas por quilowatt-hora gerado. 

Energia solar, hidrelétrica e biomassa emitem mais gases de efeito estufa por unidade de energia, sem falar nas alternativas fósseis.

  • A energia eólica não é limitada pela escassez de matérias-primas

Uma turbina eólica é composta por materiais comuns como aço, fibra de vidro ou mesmo madeira e têxteis. 

  • A energia eólica é complementar à energia solar 

A energia eólica e a energia solar dependem do clima e, portanto, nem sempre são previsíveis. Vento forte e sol brilhante quase nunca combinam. A energia eólica e solar se complementam bem. 

E quais são os principais parques eólicos no Brasil?

Como você já sabe os parques eólicos no Brasil e no mundo são formados com infraestruturas que geram energia limpa e renovável.

Nos parques eólicos o fator principal para gerar energia é o vento, e isso no Brasil temos em abundância, sendo propício para energia eólica.

Porém os parques eólicos são construídos principalmente em lugares altos e sem casa próxima, devido ao barulho das turbinas.

Após a viabilidade dos terrenos os parques são construídos, devidamente licenciados, e seguindo as leis vigentes para este tipo de construção. Agora vamos conhecer os principais parques eólicos aqui no Brasil. 

Parque Eólico Giribatu

Localizado em Santa Vitória do Palmar, no Estado do Rio Grande do Sul, tendo sua capacidade de 258 MW.

Completo Eólico do Alto do Sertão I

Localizado em Caetité, Igaporã e Guanambi no Estado da Bahia, possuindo capacidade de 293 MW.

Parque Eólico de Osório

Localizado na cidade de Osório no Rio Grande do Sul, tendo capacidade de 300 MW.

Complexo Eólico Desenvix Bahia

Localizado em Macaúbas, Seabra e Novo Horizonte no Estado da Bahia, tendo capacidade de 95,2 MW.

Parque Eólico Sangradouro

Localizado na cidade de Arroio Sangradouro, no Estado do Rio Grande do Sul, tendo capacidade de 50 MW.

Parque Eólico Elebrás Cidreira I

Localizado na cidade de Tramandaí no Estado do Rio Grande do Sul, tendo capacidade de 70 MW.

Parque Eólico Enacel

Localizado em Aracati no Estado do Ceará, tendo capacidade de 31,5 MW.

Parque Eólico Giruá

Localizado no Estado do Rio Grande do Sul, tendo capacidade de 11 MW.

Parque Eólico Beberibe

Localizado na cidade de Beberibe no Estado do Ceará, tendo capacidade de 25,6 MW.

Parque Eólico Cabeço Preto

Localizado na cidade de João Câmara no Estado do Rio Grande do Norte, com capacidade de 19,8 MW.

Parque Eólico Lanchinha 

Localizado na cidade de Tenente Laurentino Cruz no Estado do Rio Grande do Norte, com capacidade de 28 MW.

Existem outros, espalhados pelo Brasil que não caberiam neste artigo, porém aqui estão os principais, espero que tenha gostado, até a próxima!

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.